Ingressar no mercado de franquias em uma rede de marketing digital pode trazer muitos benefícios aos investidores, e um dos principais é em relação a alta demanda que o segmento tem percebido e deve continuar recebendo no pós-pandemia.
“Além de termos tido uma enorme evolução no reconhecimento e na aceitação do segmento pelos empresários brasileiros, a pandemia acelerou o processo de migração do marketing off-line para o on-line”, explica Clessius Tancredo, CEO da WayBiz.
O executivo aposta que o setor se manterá aquecido por, pelo menos, mais uma década, já que o marketing digital segue se reinventando e se tornando cada vez mais indispensável para as empresas brasileiras. Além disso, Clessius também afirma que o mercado ainda é bastante inexplorado pelos profissionais da área:
“Possuímos no Brasil, mais de 6 milhões de CNPJs ativos e extremamente carentes e necessitados de assessoria em marketing, além da possiblidade de negócios no exterior”, conta Clessius Tancredo sobre o quanto vantajoso e sem fronteiras pode ser o mercado de marketing digital.
Como faz parte da área de prestação de serviços, outra vantagem estratégica para os investidores é o fato de o modelo de negócio das franquias de marketing digital geralmente ser enxuto e econômico.
Como adiantamos na introdução, existem muitas redes que oferecem formatos de franquias home based, o que permite que o franqueado trabalhe em casa, com uma operação de baixo custo e que pode render alta lucratividade.
Desafios das franquias de marketing digital

De acordo com Clessius Tancredo, um dos maiores desafios que o marketing digital oferece para os novos investidores é a falta de conhecimento na área.
Para o CEO da WayBiz, o interessado em atuar no marketing digital deve, antes de tudo, entender que não se aprende uma profissão em poucos meses de cursos e treinamentos.
“Costumo dizer que: se você entrar num avião e descobrir que o comandante não é um piloto e apenas fez um cursinho de 3 meses, você fica no avião e decolar? No marketing é a mesma coisa. Existem profissionais que estudaram e deram duro na faculdade para aprender essa profissão, os jornalistas, publicitários e marqueteiros. Da mesma forma que um piloto, um médico ou qualquer outro profissional”, compara o CEO.
Porém, Clessius afirma que o franqueador pode ajudar muito nesse quesito, uma vez que possui treinamentos especializados e suporte. Além disso, dependendo do modelo de operação, o franqueador pode ter profissionais qualificados que realizam o trabalho técnico, enquanto o franqueado assume o atendimento e relacionamento com o cliente.
Para quem quer investir em franquias de marketing digital, Clessius Tancredo ressalta que o ideal é que o franqueado tenha um espírito empreendedor, seja disciplinado, goste de se comunicar e se relacionar com pessoas e conheça o básico de gestão e vendas.

Acesse a matéria completa: https://guiafranquiasdesucesso.com/noticias/franquias-de-marketing-digital-para-trabalhar-em-casa/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *